Projetos Todos os projetos

Cultura e Conhecimento

Fortalecimento Institucional e Político

Atividades Produtivas e Geracao de Renda

Monitoramento Ambiental e Territorial

::: Bases de Monitoramento e Vigilância :::

::: Bases de Monitoramento e Vigilância :::

Os territórios indígenas localizados na Amazônia Brasileira têm desempenhado um inquestionável papel na proteção das florestas e na conservação da biodiversidade e, consequentemente, na manutenção do regime de chuvas de boa parte do país e do clima global. Ainda, acolhem diversas populações que sempre desenvolveram e ainda mantêm, atividades produtivas sustentáveis que respeitam assim como necessitam de um meio ambiente preservado e equilibrado. A floresta em pé, ao contrário do que muitos acreditam, nunca foi e não é um espaço ocioso e improdutivo. Tradicionalmente, os Mẽbêngôkre-Kayapó participam de um sofisticado manejo de origem milenar de um vasto território, ocupam áreas de transição entre diversos ecossistemas, trabalhando nesse manejo ecológico, respeitando e enriquecendo ciclos que se estendem ao longo de várias gerações, produzindo roças, campos de caça, pomares, trilhas, aldeias, espaços de convivência e com isso disponibilizando frutos, a fa...

::: Coletivo Beture :::

::: Coletivo Beture :::

O Coletivo Beture é um movimento dos Mekarõ opodjwyj - cineastas indígenas Mẽbêngôkre-Kayapó das aldeias que fazem parte da Associação Floresta Protegida - AFP. Denominamos o Coletivo de Beture, tal como uma formiga que encontramos em nosso território, caracterizada por ter uma mordida bastante potente, a cabeça vermelha e a bunda preta, assim como nós nos pintamos para a guerra. O coletivo surgiu em 2015 e tem contribuido para organizar e estruturar um movimento da juventude que vem surgindo em muitas comunidades. A juventude Mẽbêngôkre-Kayapó deseja registrar a vida e a cultura de seu povo a través das tecnologias audiovisuais e diversas mídias. Hoje o coletivo desempenha um papel fundamental na conquista de reconhecimento cultural assim como na visibilidade das nossas estruturas políticas.  Desde então, formações audiovisuais tem sido realizadas com o objetivo de potencializar as produções do coletivo e ofertar aos cineastas mais conhecimento sobre as técnicas de captaç...

::: A Castanha Mẽbêngôkre-Kayapó - Pi-y :::

::: A Castanha Mẽbêngôkre-Kayapó - Pi-y :::

A coleta da castanha é uma atividade tradicional do Povo Mẽbêngôkre-Kayapó que envolve a grande maioria das aldeias e de suas comunidades durante o período da chuva, que geralmente vai de dezembro ao mês de março. A AFP apoia a atividade desde 2005 por acreditar que a exploração deste recurso representa não apenas uma das opções mais promissoras para a geração de renda de forma sustentável, mas também por ser uma atividade que promove e valoriza a cultura, além de complementar a dieta alimentar indígena. A atividade contribui também com a proteção territorial, pelo fato dos castanhais estarem dispersos por vastas áreas do território, o que estimula a nossa circulação pela Terra Indígena, inibindo a prática de atividades ilegais e predatórias por terceiros. A longa permanência das famílias nos acampamentos de coleta proporciona a oportunidade para a transmissão de conhecimentos dos mais velhos aos mais novos, contribuindo para o fortalecimento da cultura e do modo ser indígena.Em ter...

::: Artesanato - Meprodjà :::

::: Artesanato - Meprodjà :::

O nome da nossa marca de artesanato é Meprodjà. Nosso o objetivo é fornecer uma fonte não sazonal e sustentável de renda, um tipo de renda que é bem distribuída pelas comunidades e que contribui para valorizar e promover a beleza da cultura Mẽbêngôkre-Kayapó no Brasil e no mundo. A nossa loja está aberta a visitação e há uma grande diversidade de produtos à venda.A nossa cultura material é muito conhecida por sua beleza e originalidade, percebidas através dos traços da pintura, as combinações coloridas dos trabalhos em miçanga e os trançados de palha dos nossos cestos.  A confecção de objetos e adornos é uma atividade prazerosa que faz parte do dia-a-dia da maioria das famílias Mẽbêngôkre-Kayapó e a precisão em cada detalhe traz a marca de um conhecimento ancestral, transmitido de geração a geração desde tempos imemoriais. Para valorizar e fomentar a produção artística Kayapó, a Associação Floresta Protegida em parceria com a CooBaY iniciou em 2012 um trabalho de estr...

::: Mobilização e Formação Política :::

::: Mobilização e Formação Política :::

::: PGTA da Terra Indígena Kayapó :::

::: PGTA da Terra Indígena Kayapó :::

O Plano de Gestão Territorial e Ambiental da Terra Indígena Kayapó consolida mais de 20 anos de processos internos de discussões e estratégias relacionados a gestão desta Terra Indígena. Após a publicação da PNGATI a AFP liderou um processo de sistematização destes processos, reunindo informações, mapeamentos, acordos e planejamentos já realizados e em curso, além de um esforço de conceituação da própria visão de mundo do Povo Mebengokre- Kayapó sobre seus Territórios e como isso se articula com os mecanismos legais e com a sociedade de forma geral. Em 2017 a AFP concluiu a primeira versão do PGTA da TI Kayapó, já no sentido de que pudesse servir como referência e material de base para sua própria atualização e posterior publicação com o do apoio do Fundo Amazônia.

::: PGTA T.I. Las Casas :::

::: PGTA T.I. Las Casas :::

Com a missão de auxiliar e promover o melhor uso do nosso território e recursos naturais, realizamos em abril de 2017, com o apoio do Ministério do Meio Ambiente, o lançamento do Plano de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) da Terra Indígena Las Casas. Os trabalhos para esta publicação começaram em 2014 e foi construído de maneira dinâmica, atuando com diversas ferramentas colaborativas de trabalho, onde todos os habitantes da T.I Las Casas puderam participar da construção do documento.Com intuito de fortalecer o protagonismo de nossos parentes da aldeia Kaprankrere e da aldeia Tekrejarotire (também conhecida como Las Casas), o Plano tem como uma de suas diretrizes, valorizar o conhecimento dos Mẽbêngôkre-Kayapó sobre o espaço, território e recursos naturais. A demarcação desta Terra Indígena foi concluída em 2002 e desde então estamos enfrentando vários desafios para garantir uma melhor qualidade de vida. Alguns dos problemas enfrentados vêm de fora do território, como o cre...

::: Krem yky Cumaru :::

::: Krem yky Cumaru :::

Os velhos dizem que é sempre assim, alguns anos tem safras muito fartas de cumarú/ Krem yky e outros anos é mais ou menos/coibi. Quando passa a chuva é quando começa o inverno, se tiver muita flor é sinal de nessa safra haverá muito cumaru/krem yky. São geralmente os caçadores que primeiro sentem o cheiro que a casca solta, são eles quem fazem a primeira pesquisa quando a safra estiver perto de chegar. Quando a semente cai no chão e fica cheiroso, o caçador percebe e logo avisa a todos na comunidade, pois é o bom momento de coletar, depois da aparição das flores. Quando fica muito florido é por que haverá muito cumaru, como no caso da safra deste ano na TI Kayapó e Mekragnotire. Tem cumaru na mata fechada, na floresta e na terra vermelha também, no cerrado. Suas propriedades medicinais são conhecidas desde tempos imemoriais. O cumaru ocorre em grande densidade nos altos cursos dos rios Iriri e Riozinho, o que se tornou uma boa altern...