Notícia

::: AFP e Cooba'y conquistam reconhecimento nas Nações Unidas :::

Cadeias produtivas sustentáveis da AFP/Cooba’y e do Selo Origens Brasil® conquistam reconhecimento das Nações Unidas para iniciativas que contribuem para o combate à fome e à desigualdade social no mundo.

A Associação Floresta Protegida - AFP e sua Cooperativa Cooba’y representada por Bepnhoti Atydjare e Adriano Jerozolimski como tradutor, participaram da cerimônia de entrega do Prêmio Internacional de Inovação para a Alimentação e Agricultura Sustentáveis durante a 41ª Conferência da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), realizada no dia 26/06 na sua sede em Roma. É um reconhecimento para iniciativas que contribuem para o combate à fome e à desigualdade social no mundo.

O prêmio foi concedido ao selo Origens Brasil®, iniciativa financiada pelo Fundo Amazônia através do Imaflora, representado por Patricia Cota Gomes, gestora desta organização que articulou a constituição de uma rede multissetorial que agrega populações tradicionais, povos indígenas, organizações da sociedade civil, empresas e consumidores ao certificar a origem de cadeias produtivas sustentáveis.

A AFP/Cooba’y participa do Origens Brasil desde sua concepção e é um membro atuante nesta rede que tem o potencial de transformar a forma convencional de se fazer negócios com produtos da biodiversidade, propiciando relações mais transparentes, mais éticas e sem intermediários. Promove-se, desta forma, a valorização dos produtos da socio-biodiversidade e das populações tradicionais envolvidas em sua produção.

“(…) Estou aquí para falar em nome não apenas do povo Kayapó, mas sim em nome dos 36 diferentes povos indígenas e populações tradicionais que fazem parte da rede Origens Brasil, iniciativa que tem nos ajudado a dar visibilidade e contar nossa história de luta pela proteção de nossas florestas! (…) O Fundo Amazônia é hoje o mais importante financiamento para os povos da floresta e precisa ser valorizado e fortalecido! Entretanto, ataques infundados aos direitos dos povos indígenas, às políticas ambientais e ao Fundo Amazônia tem partido do próprio governo do Brasil. Se mudanças profundas não forem feitas urgentemente na política ambiental deste governo, será necessário criar um novo ministério, o Ministério do Desmatamento.” Disse Bepnhoti Atydjare durante a cerimônia de entrega do Prêmio.



Confira o Video da Premiação: