CASTANHA

A coleta da castanha é uma atividade tradicional do Povo Kayapó que envolve a grande maioria das aldeias e de suas comunidades durante o período da chuva (dezembro a março). A AFP apoia a atividade desde 2005 por acreditar que a exploração deste recurso representa não apenas uma das opções mais promissoras para a geração de renda de forma sustentável, mas também uma complementação da dieta alimentar indígena e uma forma de promover e valorizar as práticas da cultura Kayapó. A atividade contribui também com a proteção territorial, pelo fato dos castanhais estarem dispersos por vastas áreas do território, o que estimula a circulação Kayapó pela Terra Indígena, inibindo a prática de atividades ilegais e predatórias por terceiros. A longa permanência das famílias nos acampamentos de coleta proporciona a oportunidade para a transmissão de conhecimentos dos mais velhos aos mais novos, contribuindo para o fortalecimento da cultura indígena. Em termos de estruturação da cadeia produtiva, após diversas experiência encontramos um modelo que têm funcionado bem, respondendo tanto à realidade da região e da cultura Kayapó quanto à realidade e às exigências do mercado. A AFP possui hoje um galpão para armazenamento da castanha na beira do Riozinho em local com acesso por terra (porto conhecido como P9) e um galpão em sua sede, na cidade de Tucumã. Nestes galpões armazenamos a castanha para ser vendida fora da safra, quando os preços são mais altos. No início de 2016 concluímos a construção de mais um galpão para armazenamento temporário de castanha (durante a safra) na localidade conhecida como krãyry, no médio Riozinho, onde há uma cachoeira e a castanha tem ser transportada por terra num trecho de cerca de um km. A castanha coletada pelas famílias Kayapó é comprada pela CooBaY com pagamentos à vista e por valor acima do mercado (na safra). Os recursos que viabilizam esta formação de estoque tem sido acessados através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) modalidade formação de estoque, uma política pública para a agricultura familiar operacionalizada pela CONAB. No final de 2015 demos inicio a um importante passo para agregar valor a nossa castanha. Através de uma parceria com a CAMPPAX, passamos a realizar a quebra da castanha pra sua venda descascada e embalada à vácuo. Em breve lançaremos no mercado a castanha Kayapó, em embalagem própria da AFP e com selo de certificação de produto da sociodiversidade do Xingu. Esta certificação esta sendo feita em parceria com o Imaflora. Nossa castanha, alem de saborosa e nutritiva, é 100% proveniente de castanhais nativos e coletada de forma tradicional gerando renda para centenas de famílias Kayapó. Em breve estará disponível no mercado!

Imagens relacionadas a este projeto: